Halloween Part I – Decorações, fantasias e tradições de outono

Chegou o mês de uma das maiores celebrações típicas da cultura norte-americana! Como boa ex-telespectadora de Sessão da Tarde, passei parte da minha infância e início da adolescência assistindo aos diversos filmes americanos que muitas vezes retratavam as tradições do Halloween e, claro, morria de vontade de viver tudo isso de pertinho. Não só para bater de porta em porta para as famosas “gostosuras ou travessuras” (ou trick or treating, em inglês), mas também por toda a farra com as fantasias e decorações assustadoras. Posso até ter crescido bastante desde aquele tempo até hoje, mas a sensação de estar nos Estados Unidos nesta época do ano e poder ver a preparação minuciosa dos americanos ainda me interessa – e muito! O Jack, meu menino mais velho, A-DO-RA inventar enfeites, então passamos tardes desenhando e colorindo morcegos, abóboras e esqueletos, para cortar e pendurar pela casa. Sem contar com as “luzinhas” em forma de caveiras, fantasmas e abóboras que já estão distribuídas pelo chão, escadas e janelas daqui de casa. Também temos uma aranha gigante enfeitando o corrimão da escada, um imenso calendário-countdown para o dia 31 (com um bolsinho em cada dia do mês, onde colocamos doces – um para cada kid – que eles podem comer todos os dias após o jantar), almofadas com desenhos de bruxas, saleiro em forma de vampiro, pratos e guardanapos laranjas em forma de abóboras, blusas e pijamas de esqueletos e afins! Ah, já ia me esquecendo… Tem a decoração externa, com aranha, abóbora e fantasma infláveis, que iluminam e entrada principal quando escurece, e também abóboras de verdade espalhadas pelo jardim (pois é, abóboras e mais abóboras). Mas já descobri que a minha casa tem uma das decorações mais simples! Tem americano que gasta rios de dinheiro para transformar a própria casa em um lugar mal assombrado. Já vi coisas bizarras dirigindo por Connecticut! Sábado passado, voltando da balada, fui deixar minha amiga em Southington, cidade onde ela mora, e passamos por uma casa que virou um CEMITÉRIO! Caixões e tumbas pra todo lado, corpos e esqueletos jogados no chão ou pendurados nas árvores… sinistro mesmo! Não resistimos e paramos pra tirar foto da propriedade alheia. HAHA Tem muita gente aqui que arrasa na decoração!

img73l-460x406

Calendário – Countdown  para o Halloween daqui de casa! É maior do que parece ser na foto, ocupa parte da parede.

img_8713

Luzes em forma de abóboras

photo 1

Decoração externa – tá faltando a aranha, que colocamos depois!

1375772_4797721761254_595983436_n

Decoração do vizinho à noite – Há vários detalhes que a foto não pegou, mas dá para ter uma ideia!

1395402_4800040139212_1779249096_n

Decoração do vizinho de dia!

Até mesmo os supermercados tem uma sessão exclusiva para o Halloween, com muitas opções de enfeites, material para decoração manual e até cartões para dar de presente. E claro, sacos enormes de balas, chocolates e outras guloseimas.

photo 2

Halloween Target

photo 1

Halloween Walmart

photo 2

Halloween Walmart

photo 4

Gordices – Halloween Walmart

O mês de outubro aqui nos EUA é uma delícia, não só por causa do Halloween, mas por marcar o início de uma estação linda, simples e muito colorida: o outono! Existem muitos pomares espalhados pelo país, e é algo que americano dá muito valor, principalmente nesta estação do ano. As famílias se programam para colher suas próprias maçãs direto da macieira aos fins de semana (Apple Picking) e para visitar os Pumpikns Patches (um campo repleto de abóboras) para escolher as que serão esculpidas para Halloween. É lá que encontramos as abóboras mais bonitas e por um ótimo preço. No mesmo lugar, há também o Corn Maze, um labirinto de plantação de milho, onde podemos brincar  de “caça ao tesouro” em busca dos dez checkpoints com respostas a uma folha de perguntas que recebemos na entrada. Se encontrarmos todos os checkpoints/respostas e a saída do labirinto, entregamos a folha para os organizadores do Corn Maze e concorremos a $25! hahaha Vale pela diversão, apesar de ser um pouco cansativo. A maioria dos pomares ainda tem uma espécie de mercadinho-lanchonete, onde vendem frutas, tortas, doces e outras comidas típicas da estação. Super legal!

image_2

Jack no Pumpkin Patch

image_3

Landon

image_1

Sydney (não muito feliz ao descobrir que a abóbora é maior que ela)

photo 1

E as au pair PIRA nessas plaquinhas pra criança, claro! 😛

photo 2

O mercadinho do pomar também vende vários tipos de abóboras artesanais, como estas duas!

photo 3

— e mais abóboras!

foto (8)

Apple Picking

2013-10-13 15.37.25

Corn Maze

Já no fim do mês de setembro, as pessoas começam a pensar nas fantasias que irão usar nas festas do Halloween, que acontecem não só em casas, como eu imaginava, mas principalmente em clubes e baladas, para os “jovens adultos” como eu. rs Neste ano, o dia 31 cai numa quinta-feira, então as festas e baladas estão programadas entre 25 e 27 de outubro, próximo fim de semana (vou comentar mais sobre isso no post pós-Halloween). Para ajudar na escolha da fantansia, temos lojas imensas em cada esquina das cidades, com TUDO que é tipo de coisa. Algumas pessoas compram online e outras preferem lojas físicas, como eu, mas a maioria COMPRA. Procurei aluguel por aqui e encontrei apenas um a loja, mas o preço era quase o mesmo de um novo, então não vale a pena. Já visitei muitas lojas diferentes e experimentei milhões de fantansias: tartaruga ninja, mulher-maravilha, margie simpson, cisne negro, entre outras. E não estranhem as minhas escolhas, porque aqui é assim mesmo: poucas pessoas escolhem fantasias “assustadoras”. A galera também vai de hot dog, hamburguer, pinguim, princesa, super-homem, whatever. Eu já comprei a minha (gastei horrores, que dó), mas escolhi algo relacionado aos filmes de terror porque acho que combina muito mais com a ideia de Dia das Bruxas, né? Vou de par “romântico” com o Tomy! haha ❤ SURPRESA para o próximo post! 😀

photo 2

Uma das fantasias que experimentei – “Malvado Favorito” na Spirit Halloween, uma das lojas de fantasias mais famosas daqui! Tô boa? #NOT 

Para fazer valer a troca de culturas, resolvi contar para as minhas crianças sobre o Saci-Pererê, já que agora o dia nacional do Saci também é “comemorado” dia 31 de outubro no Brasil. O mais velho, inteligente que só ele, sempre presta atenção em tudo que eu falo e faz perguntas, perguntas e mais perguntas sobre tudo. Uma das perguntas foi: “como ele perdeu a perna?”. E quem disse que eu sabia responder? Mas que vergonha, miss Andy! Dei uma procurada na internet e descobri que ele perdeu a perna lutando capoeira. E lá vou eu explicar o que é capoeira! 😛

Por hoje é só, gente! Só queria passar uma ideia sobre os costumes associados ao Halloween e ao outono e sobre a habitual estética macabra com a qual as casas americanas são decoradas nesta época do ano. E a melhor parte ainda está por vir: trick or treating, festas e fantasias! Vou contar tudo no próximo post!

Beijos

Advertisements